Mesmo sem estar recebendo pacientes de Covid-19 desde julho, o Hospital Nossa Senhora das Graças está atento às medidas para prevenção da disseminação da doença no contexto das variantes. Nos últimos dias, foi confirmada a transmissão comunitária da cepa Delta no município de Canoas, onde já foram confirmados quatro casos e há mais sete suspeitos dessa variante que tem maior potencial de transmissibilidade.

Pedimos a toda a comunidade hospitalar, tanto colaboradores como pacientes, que fique atenta às informações listadas abaixo bem como respeite as medidas orientadas pelo nosso Serviço de Controle de Infecção Hospital.

Informações relevantes:

  • A vacinação é uma estratégia de cuidado coletivo, sendo medida de saúde pública essencial para reduzir casos graves e diminuir risco de morte;
  • Quanto menos o vírus estiver circulando, menor será o número de pessoas com sintomas e a chance de novas variantes;
  • O uso da máscara é essencial para diminuir o risco de transmissão, entretanto a máscara não substitui o distanciamento físico, que deve ser de pelo menos 2 metros entre pessoas que não moram na mesma casa;
  • Atividades na qual o uso de máscara não seja possível – como alimentação e tabagismo – aumentam o risco de contaminação e devem ser evitadas em público;
  • O autoisolamento deve ser iniciado assim que for identificado qualquer sintoma respiratório e mantido até que seja possível excluir contaminação por Covid-19 ou outras doenças virais respiratórias.

Ações adotadas no HNSG:

  • Restrição de visitas de familiares, com informes sobre estado de saúde por telefone;
  • Priorização de sistemas de atendimento com agendamento ou senhas, para evitar aglomerações;
  • Definição e respeito a fluxos de entrada e saída de pessoas, para evitar aglomerações;
  • Estabelecimento e controle da ocupação máxima de pessoas em cada ambiente, mantendo o distanciamento interpessoal – inclusive em filas e salas de espera;
  • Disponibilização de EPI’s para os trabalhadores;
  • Busca ativa de casos sintomáticos respiratórios de Covid-19 entre pacientes e trabalhadores;
  • Comunicação imediata de ocorrência de Covid-19, conforme determina Portaria SES nº132/2009, à Vigilância Municipal e ao Centro Estadual de Vigilância em Saúde;
  • Qualquer identificação de caso de Covid-19 deve ser considerada como com potencial de alta transmissibilidade, visto que há transmissão comunitária no território gaúcho da variante Delta.

© 2016 - Nossa Senhora das Graças