O Hospital Nossa Senhora das Graças reinaugurou nesta quinta-feira (11) a Ala 4, batizada Dr. Walmor Solano Herrman, médico e ex-vereador de Canoas falecido em agosto, e última unidade de internação a passar por obras de modernização. A cerimônia contou com a presença do prefeito Jairo Jorge, que destacou a importância da reabertura de até 60 leitos para a comunidade canoense.

Jairo Jorge e autoridades na solenidade de inauguração

“Escolhi vir ao Gracinha como meu primeiro ato de governo, há 10 meses, por que sei do carinho da cidade por este hospital. E encontrei uma estrutura precária, com apenas 118 leitos funcionando. Trabalhamos muito para colocar novamente o Gracinha nos eixos, e com a ajuda desta nova gestão oferecemos hoje serviços de qualidade e voltamos a contar com os 303 leitos que tínhamos antes do hospital ser entregue a uma empresa sem lastro para administrá-lo”, apontou.

Participaram ainda da solenidade o prefeito de Nova Santa Rita, Rodrigo Battistella, os secretários da Saúde, Maicon Lemos, e da Governança e Enfrentamento à Pandemia, Felipe Martini, o assessor especial da Saúde, Régis de Oliveira Júnior, o diretor-geral do HNSG, Juliano da Silva, e o presidente da mantenedora Associação Beneficente de Canoas, Luis Antonio Possebon, entre outras autoridades e a família do homenageado. Cristina Herrmann, sua filha, destacou que Walmor “dedicou mais da metade de sua vida a este hospital”.

Última unidade de internação a passar por obras de qualificação, a Ala 4, que atende exclusivamente ao Sistema Único de Saúde, recebeu benfeitorias estruturais, inclusive com novas instalações hidráulicas, sanitárias e elétricas, permitindo que todos os 13 quartos tenham ar-condicionado e televisão. O investimento é da ordem de R$ 800 mil. As obras começaram parcialmente em julho e foram intensificadas em agosto, após a transferência dos últimos paciente de Covid-19 para o Hospital Universitário (HU).

Prefeito e família Herrmann conhecem a nova Ala 4

Obras finalizadas

Na solenidade de hoje, Jairo Jorge destacou diversas benfeitorias feitas no Graças em apenas 10 meses de gestão. “Em fevereiro, nos antecipamos à segunda onda de Covid-19, e começamos a recuperar 45 leitos para o tratamento da doença, que ficaram prontos em 30 dias. Depois, criamos o pioneiro Ambulatório Pós-Covid, para tratar os pacientes com sequelas. Diante do risco de apagão, adquirimos um gerador que dá segurança energética ao hospital. Implantamos o terceiro turno de cirurgias, que permite que tenhamos mais de 1,2 mil cirurgias por mês. Assim como a locação do mamógrafo, que realiza 1,2 mil exames mensais. Mas ainda há muito a realizar.” O prefeito apontou que o próximo passo é a recuperação do prédio do HNSG.

Todas as unidades haviam sido encontradas em situação precária pela atual administração, inclusive a Ala 2, que atende convênios, essencial para subsidiar a saúde pública numa instituição filantrópica. As Alas 1 e 3, que atendem ao SUS, também passaram por reformas. Apenas na infraestrutura de internação os investimentos somam mais de R$ 1,6 milhão.

© 2016 - Nossa Senhora das Graças