O primeiro sábado de mutirão pelo Novembro Azul no Hospital Nossa Senhora das Graças (HNSG) ofertou 21 cirurgias a pacientes que, devido à pandemia de Covid-19, tiveram os procedimentos adiados desde março de 2020. São pacientes como Carlos Alberto Padilha, 72 anos, morador de Nova Santa Rita, que precisou conviver muito mais tempo com a sonda até conseguir passar pela operação na próstata. “Foi sofrido esse tempo com a sonda, mas a cirurgia foi muito tranquila. Me chamaram na semana passada e deram a notícia de que já seria operado”, comemorou enquanto aguardava a alta na Sala de Recuperação do bloco cirúrgico.

Equipe que atuou no mutirão

A ação ocorrerá ainda no próximo sábado, com mais 20 procedimentos, para marcar o Novembro Azul, mês de prevenção ao câncer de próstata e de conscientização em relação à saúde masculina. “Os números do Ministério da Saúde mostram que mais de 55% dos homens com mais de 40 anos não realizaram prevenção durante a pandemia e mais de 1 milhão de cirurgias deixaram de ser realizadas”, aponta o coordenador do Serviço de Urologia do Graças, Luciano Zuffo, que lidera o mutirão junto com a equipe do grupo São Pietro e residentes.

“Essas cirurgias transformarão a vida desses pacientes. No Hospital Nossa Senhora das Graças, mostramos que, com empenho, trabalho em equipe e dedicação, podemos cuidar e transformar a vida das pessoas”, celebra Zuffo: “Parabéns a todos os envolvidos: médicos, enfermagem, equipes de apoio, direção, SMS.” Além desses mutirões, a equipe de Urologia está semanalmente realizando cirurgias às noites, no terceiro turno implantado pelo HNSG para diminuir a fila de espera em Canoas.

Novembro Azul

Novembro é o mês de conscientização sobre os cuidados com a saúde masculina, e chama a atenção para a prevenção do câncer de próstata, que acomete milhares de homens, sendo a segunda maior causa de cânceres masculinos no Rio Grande do Sul e no Brasil. O principal fator de risco para o câncer de próstata é a idade, e a melhor forma de prevenir é manter hábitos saudáveis, inclusive acompanhamento médico regular.

“Como a doença geralmente está ligada ao envelhecimento, quanto mais cedo for identificada, maiores são as chances de cura”, reforça Zuffo. Na fase avançada, os principais sintomas que indicam o câncer de próstata são: dor óssea, vontade de urinar com frequência e com dor e sangue na urina e/ou no sêmen.

Canoas conta com uma rede de atendimento para acompanhar a saúde masculina e, se necessário, tratar os cânceres que mais acometem os homens. O atendimento inicia nos postos de saúde e, de lá, os pacientes são encaminhados para consultas com urologistas. Em caso de câncer, o paciente passa a ter acompanhamento do Serviço de Oncologia, também no HNSG.

© 2016 - Nossa Senhora das Graças