O Dia Nacional de Controle da Asma, neste 21 de junho, o mesmo dia que marca o início do inverno, visa conscientizar a população a respeito dos sintomas e modos de prevenção desta que é uma das doenças crônicas mais comuns, afetando crianças e adultos. Considerada um problema mundial de saúde, somente no Brasil, estima-se que existam aproximadamente 20 milhões de asmáticos.

Asma é uma doença pulmonar inflamatória crônica em que ocorre o estreitamento dos brônquios (canais que levam ar aos pulmões), dificultando a passagem do ar e provocando contrações ou broncoespasmos. Os principais sintomas são episódios recorrentes de falta de ar, tosse crônica, chiado e aperto no peito; pode piorar à noite ou com atividades físicas.

A causa exata da asma ainda não é conhecida, mas acredita-se que é causada por um conjunto de fatores: genéticos (história familiar de alergias respiratórias – asma ou rinite) e ambientais. O tratamento da asma inclui um programa que precisa da parceria entre o médico, o paciente e seus familiares. Tem foco na orientação e identificação dos fatores desencadeantes e agravantes, especialmente no ambiente domiciliar. A maioria dos pacientes com asma é tratada com dois tipos de medicação, uma para prevenir o aparecimento dos sintomas e evitar as crises de asma e outra voltada para o alívio dos sintomas quando há piora.

Medidas simples de controle ambiental são fundamentais para diminuir o contato com os ácaros e com o pó doméstico, como por exemplo, manter o quarto bem limpo e arejado;
limpeza diária com aspirador e pano úmido, sem produtos com cheiro forte; retirar tudo que facilite o acúmulo de pó; encapar colchões e travesseiros com tecido específico, para criar uma barreira física contra o ácaro; evitar animais dentro de casa, entre outros.

Fonte: Ministério da Saúde.

CategorySem categoria

© 2016 - Nossa Senhora das Graças